Oficinas que serão ofertadas no II Enales

Oficinas que serão ofertadas no II Enales

A LINGUAGEM DOS QUADRINHOS ENQUANTO RECURSO DIDÁTICO NAS AULAS DE SOCIOLOGIA

Propositor: Amaro Braga Junior – ICS/UFAL

Nenhum recurso didático é mais eficiente do que aquele que o aluno já tem contato e o consome como lazer e diversão. Quadrinhos, as charges, caricaturas e tiras-em-quadrinhos são exemplos de como a linguagem dos quadrinhos é consumida pela população. a oficina busca debater e apresentar, tanto numa perspectiva teórica, quanto prática, como estes materiais podem ser usados como recursos didáticos, isto é, instrumentos de apoio no trabalho docente em sala de aula, especificamente relacionado aos conteúdos das ciências sociais no ensino básico. 

Tendo em vista que a leitura do material também permite ao aluno a compreensão que o entendimento dos fenômenos sociais pode ser detectado em qualquer realidade, exercitando seu olhar crítico para a realidade vivente, ao passo que aprende a identificar situações semelhantes nas publicações ficcionais dos quadrinhos.

ENTRE O OLHAR E A ESCRITA ANTROPLÓGICA: A CRÔNICA COMO UMA FERRAMENTA DIDÁTICA

Propositores: Cezar Augusto Sebastião de Melo e Túlio Ismael Souza de Araújo – ICS/UFAL

Esta oficina tem como objetivo trabalhar os conceitos do olhar e da escrita na perspectiva antropológica, possibilitando o desenvolvimento de uma percepção mais rica da realidade social, tendo como etapa final a elaboração de uma crônica que inclua suas experiências, situações e sensações daquilo que descreve. Seu resultado pode ser utilizado como material didático produzido pelo(a) próprio(a) docente nas aulas de Sociologia/Ciências Sociais no Ensino Médio.

PROSA E POLÍTICA NA ESCOLA

Propositor: Luciana Santana – ICS/UFAL

A oficina “Prosa e Política na escola” está direcionada para estudantes de ciências sociais e professores de escolas da educação básica e busca contribuir com a difusão de conhecimento e o aperfeiçoamento profissional sobre conceitos básicos de ciência política, bem como a ampliação de diálogo entre a comunidade acadêmica e sociedade, a partir do fomento da educação política. Serão discutidos os conceitos de política, o espectro político (direita e esquerda), o sistema partidário e eleitoral brasileiros, a divisão de poderes no Brasil, a ação na política (governabilidade versus ideologia). A metodologia a ser utilizada será: a) – a exposição de conceitos – acompanhados por exemplos que resgatem o cotidiano dos alunos, como mostrar que política também está na decisão sobre temas diversos de suas realidades. b) Debate.

ESCOLA E VIOLÊNCIA: O QUE OS CIENTISTAS SOCIAIS TÊM A DIZER SOBRE ISSO?

Propositor: Emerson Oliveira do Nascimento – ICS/UFAL

A questão da violência na escola é constantemente colocada no Brasil hoje, seja na mídia, seja nos próprios estabelecimentos escolares, sobretudo nos bairros ditos “violentos”, localizados nas periferias das grandes cidades. O objetivo principal deste minicurso é examinar, do ponto de vista sociológico, a forma como este fenômeno tem se desenvolvido sob a perspectiva das ciências sociais. Procurar-se-á analisar criticamente a diversidade de situações tipificadas como violência escolar, destacando o contexto em que se realizam estas ações, suas conexões de causalidade, bem como os sentidos e os significados inventariados a partir de sua disseminação no espaço escolar. Finalmente, a partir da experiência empírica de alguns estados brasileiros, procuraremos caracterizar o impacto de diversas propostas governamentais de intervenção na escola como forma de combater e prevenir a conflitualidade.  

 

comment No comments yet

You can be first to leave a comment

mode_editLeave a response

Your e-mail address will not be published. Also other data will not be shared with third person. Required fields marked as *

menu
menu